pexels-element-digital-1550337.jpg

VOTAÇÃO ONLINE

CASE: Alessandro Malucelli | Whirlpool Corporation

Título do Case

Gestão Integrada WCM & I4.0

 

Síntese

A empresa é uma multinacional do mercado de varejo no Brasil, do segmento de Home & Appliances que possui grandes marcas. Atualmente é a maior fabricante de eletrodomésticos da América Latina. Possui como parte da sua estratégia a liderança de produto, re-significação dos nossos produtos, vencer a jornada digital e reinvenção da nossa cadeia de valor. Adotamos como parte da nossa estratégia operacional, o WCM - World Class Manufacturing e o IdX - Acrônimo para nossa Industrial Digital Transformation, e é através da prática integrada desses dois conceitos que nosso principais cases estão embasados. Acreditamos que a reinvenção da cadeia de valor acontece através de práticas de eliminação de desperdícios e o consequente aumento da produtividade, em conjunto com os conceitos e tecnologias da Indústria 4.0. É nesse contexto que o case será detalhado: Em 2019 e 2020 tivemos uma de nossas principais linhas de montagem de geladeiras impactadas devido a dois fatores: o lançamento de um novo produto e a necessidade de aumento de flexibilidade entre as linhas de montagem. Dessa maneira, o fluxo de valor da linha foi redesenhado em conjunto com a alteração de produto. O fluxo de valor foi conectado fisicamente e digitalmente através de várias tecnologias de I4.0 em um ambiente produtivo repensado de acordo com os princípios do WCM através do pilar de EEM - Early Equipment Management.

 

Situação Inicial

A linha de montagem na refrigeração é composta basicamente por 6 etapas: pré-montagem, injeção de poliuretano, montagem de peças, áreas de teste e performance e embalagem. Nesse fluxo, os componente "capa externa" e "caixa" interna" são os principais componentes recebidos das áreas de fabricação, e indicam o início do fluxo de montagem, após o seu recebimento. As principais características antes do projeto eram: - os fluxos de abastecimento eram todos "empurrados", com uma programação dependente das áreas de fabricação, desconectados fisicamente, com risco de acidentes devido ao alto volume físico e característica das peças; - a programação da montagem era realizada de forma manual e dependente dos programadores de produção; - os demais componentes vindos do almoxarifado eram entregues em "zona D" em lotes diferentes dos programados; - não havia um zoneamento claro entre as áreas de abastecimento, máquinas e pessoas. Dessa forma, o desbalanceamento e desperdícios olhando Muri, Mura e Muda eram evidentes 

 

Ações Implementadas

No início do projeto - julho de 2018, chegou-se a conclusão que um redesign completo envolvendo produtos e a cadeia de valor deveriam ser feitos. Através de técnicas de MSD - Manufacturing System Design e EEM - Early Equipment Management foi realizado um diagnóstico que envolvia a eliminação de atividades de valor não-agregado envolvendo produto e processos e uma conexão completa entre toda a cadeia de abastecimento e montagem. Dessa forma foram feitos: - Revisão do VSM que endereçou a integração física no abastecimento de capas externas e caixas internas - A integração física envolveu o uso de robôs industriais, AGVs e monovias sequenciadas para abastecimento (Robots & AGVs) - Um sistema de sequenciamento e rastreamento de peças foi realizado para que houvesse estabilidade na cadeia de abastecimento e montagem (MES - Traceability & Sequencing Modules) - Sistema Visual para identificação da rota dos AGVs e integração com o trânsito da fábrica (Integração LCS) - Redesign completo da pré-montagem com aplicação de conceitos e ferramentas como: separação homem-máquina, abastecimento frontal, disposição de materiais em zona "A", definição de pitches e pick-by light para identificação de peças (Pilares EEM - WO - LCS) - Programação de produção automática em todo fluxo; - Alteração diversas de produto para redução de NVAA (EPM - EEM - WO) - Aplicação de dispositivos "usáveis" - anel de escaneamento (I4.0 e LCS) => Com a programação e sequenciamentos automáticos, o índice de reprocessos teve como requisito o aumento dos requisitos de qualidade e produtividade nos equipamentos da linha. Assim: - foi aplicado diversos kaizens de melhoria de qualidade no equipamento de Poliuretano e Injeção de Portas (Pilar QC); - foram realizados controles de processos críticos em operações de montagem e parafusamento (Pilar QC); - os processos de carga de gás e testes foram revitalizados e sofream upgrades de automação para aumento na confiabilidade e coleta de dados => Tendo a linha "conectada" foi possível estabelecer práticas de coleta e uso de dados como: - Medição de produtividade AY (Assembly Yield) - FPY (First Pass Yield) e OLE - Implementação do Manufacturing Execution System (MES) para integração dos dados; - Gestão Visual dos indicadores incluindo em monitores e aplicativos smart phone; => Estabelecimento um fundamento tecnológico para a aplicação avançada de tecnologias da I4.0 como: data analytics e ML que estão em andamento em projetos de parcerias com startup.

 

Objetivos e Metas

O principal objetivo foi a redução substancial de desperdícios através da conexão do fluxo de valor e mudança de conceito. - Redução de riscos ergonômicos e segurança => 63 - Redução de viradas de linha não-progrmadas => 25 para 5 (80%) - Aumento de volume => 27% - Aumento na margem e valor agregado no produto => 77% Além dos indicadores, a cultura no uso dos dados está sendo estabelecida, com gestão da rotina no uso dos indicadores, abrindo possibilidades para melhorias de processo e aplicação de ferramentas de I4.0 avançadas.

 

Situação Final

A linha foi alterada conforme a descrição realizada e encontra-se estável com clara percepção de "antes e depois". O fluxo de valor que era fragmentado, foi refeito, através de uma prática de gestão de engenharia que permitiu identificar a conexão dos pontos: wcm, I4.0, produto e gestão da produção. Desse modo, está sendo possível mudar o modo de pensar da operação. Os efeitos desse projeto estão sendo percebidos e aplicados nas demais linhas, sendo a próxima alteração na linha ao lado em janeiro de 2021. Trata-se de um movimento disruptivo, que estabiliza a cadeia e prepara os fundamentos para a transformação digital.

 

Principais Resultados

Indicadores descritos no item anterior - Redução de riscos ergonômicos e segurança => 63 - Redução de viradas de linha não-progrmadas => 25 para 5 (80%) - Aumento de volume => 27% - Aumento na margem e valor agregado no produto => 77% Durante o projeto, alterações significativas em produto foram feitas tais como: - redução de 60% no uso de fitas no produto - redução de 20% no índice de vazamentos de PU - o aumento de eficiência no uso da mão-de-obra foi de 17% - aumento de eficiência na linha de montagem (AY) foi de 4%

 

Envolvimento

Gerente Sr de Engenharia Industrial, responsável pela integração entre as Iniciativas, definição das dinâmicas e equipes, além da gestão ao longo do projeto e acompanhamento dos resultados.

 

Equipe

Para esse projeto, foram envolvidas certamente mais de 100 pessoas, incluindo profissionais de manufatura, engenharia de produto e fornecedores. Líderes de projeto de manufatura e produto, gestores de fabricação e montagem, engenheiros, técnicos e operadores aturam de forma integrada para essa mudança de conceito. Com um forte espírito de trabalho em equipe e um "mindset" inovador.

 

Período

Julho 2017 a julho 2020 - incluindo dois projetos que se complementaram, chamados "Monsters" - com foco em produto - e "Flexibilidade" com foco em processo.

 

Diferenciais

A aplicação das práticas de WCM e I4.0 já são uma realidade no cenário nacional. No entanto, a percepção do potencial valor quando aplicados de forma conjunta ainda é emergente. No início do projeto, o foco inical era realizar o lançamento do produto. No entanto, a medida em que os requisitos de linha começar a se tornar evidentes através do WCM e a aplicação do VSM trouxe o real valor das tencologias de I4.0, a percepção da equipe em relaçao ao potencial total da aplicação integrada aumentou exponencialmente. Gestão integrada e foco na inovação voltado ao resultado foram presentes nesse processo. A diferenciação consiste também não apenas no resultado adquirido, mas no potencial futuro em relação a aplicação de tecnologias avançadas de I4.0. Com fluxo de valor e eficiências melhorado sob o ponto de vista de produto e processo, a linha de montagem adquiriu uma estabilidade que permite a prática futura de tencologias avançadas com Inteligência articial, Data Analytics, e Machine Learning, que já começam a ser tornar realidade em um ambiente onde o desafio é olhar um nível mais baixo profundo do iceberg. A jornada preventiva e pró-ativa rumo a um novo nível de excelência e conhecimento se inicia com esse projeto, e abre perspectivas promissoras no próximo ciclo de melhorias.

47 99971-6919 | 47 99762-2626

Logo Branco.png